Vilhena (RO): Prefeitura cancela Reveillon por falta de recursos

A festa de Réveillon foi cancelada pela Prefeitura de Vilhena, no Cone Sul, pelo segundo ano consecutivo. De acordo com a Fundação Cultural (FCV), o motivo seria a falta de recursos ocasionada pela crise econômica que o país enfrenta.

Além de shows, também foi cancelada a tradicional queima de fogos de artifícios. A prefeitura alegou que o evento custaria mais de R$10 mil e a prioridade no momento é pagar despesas como o 13º dos servidores.

O último Réveillon na cidade aconteceu na passagem de 2013 para 2014. Mais de 10 mil pessoas compareceram ao evento, que foi realizado na rua Geraldo Magela, ao lado da Praça Nossa Senhora Aparecida. Este ano, também alegando falta de dinheiro, a prefeitura cancelou o carnaval, o aniversário do município e o desfile de 7 de setembro. A decoração de Natal só foi possível porque contou com a ajuda voluntária de artesãos da cidade e com o apoio da Associação Comercial e Empresarial de Vilhena (Aciv).

Alguns moradores falaram com a equipe do G1 e opinaram sobre a decisão. “Vilhena ficou a desejar. Quem pode, vai para festas particulares e para outras cidades, né? O dinheiro vai ter que sair do nosso bolso do mesmo jeito”, disse o vigilante Jairo Maciel.

A estudante Ana Gabriele Soares lamentou sobre o cancelamento, mas relembra sobre a última virada do ano na cidade e a falta de segurança nos locais. “Por um lado é chato não ter porque a população fica sem esse divertimento, só que também previne certos tipos de acontecimento como assassinatos”, ressaltou.

Fonte: G1/Ro

Fotografia: Vicente Moreira