Porto Velho (RO): Prefeito Hildon Chaves reafirma compromisso com setor produtivo

O prefeito eleito de Porto Velho, Hildon Chaves, disse durante reunião na Federação das Indústrias do Estado de Rondônia (Fiero), que seu primeiro compromisso é desburocratizar a gestão municipal. “Esse foi um compromisso de campanha firmado, inclusive, aqui na Fiero” – disse. Ele reafirmou a necessidade de mais pessoas de bem entrarem para a política, porque só assim, os rumos do país serão mudados. Disse ainda contar com o apoio da Fiero e dos empresários para fazer uma gestão eficaz, que atenda os anseios de todos. “Quero administrará a prefeitura de forma diferente” pontuou.

A participação do prefeito eleito Hildon Chaves na reunião do Conselho de Representantes possibilitou a Fiero apresentar às possibilidades de apoio à nova gestão por meio das atividades desenvolvidas pelo Sistema e seus braços sociais – Sesi, Senai e IEL, e contribuir para o desenvolvimento de Porto Velho. “Promover o diálogo aberto com o prefeito Hildon, significa o início de uma união frutífera e duradoura do setor produtivo rondoniense com a Prefeitura de Porto Velho. Tenho certeza que a partir de hoje poderemos ajudar, ainda mais, para o processo de desenvolvimento e requalificação da nossa cidade”, afirmou o presidente da Fiero, Marcelo Thomé.

O presidente do Conselho de Representantes da Fiero, Chagas Neto, saudou Hildon Chaves, desejando sucesso em sua gestão e colocando, não só o Conselho de Representantes, como também, a Federação, o Sesi-RO, Senai-RO e IEL-RO, como parceiros da Prefeitura de Porto Velho. Chagas comentou que as palavras do prefeito constituem a prova inequívoca de seu propósito de conduzir Porto Velho para o futuro que todos esperam.

A vice-presidente de Assuntos das Micro e Pequenas Indústrias da Fiero e conselheira Cida Mourão fez um breve relato sobre o tema Micro e Pequenas Empresas no Munícipio de Porto Velho e entregou para Hildon uma carta solicitando apoio aos pequenos negócios de Porto Velho.

Iniciando o diálogo com Hildon, o presidente Marcelo Thomé perguntou sobre licenciamento de obras e concessão de habite-se. Thomé fez um breve relato de uma correspondência já entregue ao prefeito eleito sobre esse tema. O tesoureiro do Conselheiro e da Fiero, Alan Gurgel do Amaral abordou o tema obras públicas e falou como representante do Sindicato da Indústria Construção Pesada sobre os anseios e preocupações da categoria no tocante às obras públicas na capital. Destacou a necessidade de obras de saneamento básico agregado ao asfaltamento urbano, abastecimento de água potável, coleta e tratamento de esgoto, limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos. Perguntou ao prefeito qual o encaminhamento que dará as obras públicas, principalmente às licitadas e não contratadas, obras contratadas e não iniciadas ou paralisadas, dentre outras.

O conselheiro Denis Baú falou sobre o tema distrito industrial, citando pontos importantes e urgentes que necessitam de rápida solução. Já o presidente do Conselho, Chagas Neto, falou da regularização fundiária. O conselheiro e presidente do Sinduscon-RO, Emerson Fídel indagou sobre mobilidade urbana. Segundo ele, a gestão anterior contratou uma empresa para fazer levantamento de mais de 30 vias do nosso município, inclusive com levantamento topográfico para a padronização das calçadas. E indagou se o prefeito pretende resgatar este projeto e mudar as condições da cidade. “Colocamos o sindicato à disposição com o objetivo de contribuir para estas mudanças”, disse.

Para Hildon, o caminho para fomentar o setor da construção civil e demais segmentos produtivos, é a implantação das PPPs. “É fundamental o apoio político e da iniciativa privada para trabalhamos na melhoria do atual cenário econômico”. Sobre a regularização fundiária do Distrito Industrial e obras públicas, o prefeito disse que ao assumir vai iniciar estudos para resolver estas questões prioritárias.

Fonte: Assessoria