Porto Velho (RO): Hildon Chaves, novo prefeito, doará salário de R$ 21 mil para assistência social

O prefeito de Porto Velho, Hildon de Lima Chaves (PSDB), que tomou posse neste domingo, no auditório da Unopar, assumiu o cargo adotando uma postura inédita na história da política rondoniense e talvez do País: ele abriu mão do próprio salário, de R$ 21 mil. Hildon anunciou que, mensalmente, esse valor será dado a instituições assistenciais no município.

Dono de uma fortuna declarada de R$ 11.261.219,90 (onde milhões, duzentos e sessenta e um mil, duzentos e  dezenove reais e noventa centavos) , Hildon é empresário e, entre outros bens, é dono de faculdades e construtora.

Casado, Hildon Chaves é natural de Recife-Pernambuco. Ele tem 49 anos.

Ex-promotor de justiça de Rondônia,  deixou o Ministério Público para se dedicar às atividades empresariais. No MP,  era promotor da área de saúde.

Em sua campanha, gastou, do próprio bolso, R$ 2 milhões e sessenta e nove mil reais. O limite de gastos era de R$ 2, 957 milhões.

SALÁRIOS

Atualmente o salário do prefeito de Porto Velho é de R$ 21 mil; do vice-prefeito, R$ 17 mil, dos secretários municipais (incluindo a Procuradoria, Controladoria, Chefia de Gabinete do prefeito e do vice), R$ 15 mil.

Ao final de sua gestão em janeiro de 2021, o novo prefeito de Porto Velho terá doado às entidades assistenciais, em salários, um total de mais de R$ 1 milhão de reais.

Detalhamento dos Bens declarados à Justiça Eleitoral pelo novo prefeito de Porto Velho.

Fonte: Rubens Coutinho – Tudorondonia.com