Lúcia Tereza relata indignação com Crea e educação em Espigão

A deputado Lúcia Tereza (PP) se disse indignada com o Conselho Regional de Engenharia (Crea), se mostrando solidária ao deputado Lazinho da Fetagro (PT) em relação à nota de repúdio da entidade ao parlamentar.

Ela relatou que em Espigão do Oeste um agricultor fez movimentação de terra, pagou maquinário, caminhão e levou o cascalho para outro local e por não ter feito a ART foi multado pelo Crea. “Isso é um desrespeito para com quem produz”, disse, indignada.

Lúcia disse que o deputado Maurão de Carvalho (PMDB), como presidente da Assembleia, “tem de receber sim todo mundo, pois esta é a casa do povo”. No entanto, exclamou, “ao receber uma nota de repúdio contra um deputado, tem de chamar todos os demais e ir contra esta atitude. O nosso poder de tolerância acabou, tem de dar um pau neste povo, sim”.

Educação

A parlamentar também citou o remanejamento de escolas em Espigão do Oeste, programada pelo governo do Estado através da Secretaria de Estado da Educação (Seduc).

Lúcia Tereza disse que a escola Jean Piaget tem oito salas vazias, e alunos de outra instituição de ensino que fica em um prédio alugado e próximo da nova escola serão remanejadas para lá.

Ela agradeceu à secretária de Educação e ao governador, em especial por a escola 7 de Setembro ser elencada como uma das 20 do Estado como ensino integral.

A parlamentar também enalteceu a presença, na galeria da Assembleia, da prefeita eleita de Vilhena, Rosângela Donadon (PMDB), a quem desejou sorte em seu mandato.

Fonte: ALE/RO – Geovani Berno

Foto: Ana Célia