Grande Prêmio MP/RO de Jornalismo sai para profissional do Interior do Estado; Capital leva em duas categorias

O Ministério Público de Rondônia fez a entrega nesta sexta-feira (25/11) do 6º Prêmio MP/RO de Jornalismo, em solenidade realizada no edifício-sede da Instituição, em Porto Velho, com a presença de Membros da Instituição e integrantes da imprensa do Estado. Em uma edição marcada pela pluralidade e riqueza de temas,  sagraram-se vencedores autores de matérias que atuam tanto em praças do interior do Estado, como na capital.

O vencedor do Grande Prêmio MP/RO de Jornalismo, que é destinado ao autor do trabalho detentor de maior nota pela Comissão Julgadora, foi o jornalista Jairo Ardull, do Jornal Correio Popular, do Município de Ji-Paraná, com a matéria ‘MP garante água e luz a moradores do Jardim Nova Flórida’.

Na categoria Jornalismo Online, ganhou Vinícius Canova, do Site Rondoniadinâmica, com sede em Porto Velho, com a série de reportagens ‘A Improbidade administrativa e seus danos’. Em Jornalismo Impresso, a vencedora foi Laila Moraes, repórter, na Capital, do Jornal Diário da Amazônia, com o Caderno Especial ‘A Saga Dourada’, que tratou da garimpagem no rio Madeira sob vários aspectos. Já o prêmio na categoria Telejornalismo foi concedido aos repórteres Luiz Martins, Débora Solange Gil Souza, da Rede Amazônica em Ariquemes, com a série de reportagens ‘Mapa da Violência’, que relatou a escalada das estatísticas da criminalidade na região do Vale do Jamari.

Ao abrir a solenidade, o Procurador-Geral de Justiça, Airton Pedro Marin Filho, falou sobre a importância do reconhecimento do Ministério Público ao trabalho que a imprensa rondoniense vem fazendo em favor da sociedade. “A imprensa é uma grande mediadora entre o MP e a população. A premiação de hoje é uma valorização ao profissional dessa categoria e uma retribuição ao trabalho que os senhores fazem em prol da sociedade”, disse.

A coordenadora da Assessoria de Comunicação do Ministério Público de Rondônia, jornalista Maria Fábia Moraes de Assumpção, fez um breve relato sobre a sexta edição do concurso, que obteve, ao todo, 21 inscritos. Na ocasião, ressaltou a participação de profissionais do interior do Estado, destacando a capilaridade da iniciativa junto à classe. “Sabemos que muitos profissionais no interior de Rondônia trabalham com estruturas acanhadas, sem grandes recursos, para levar informação à população. Por isso, esta premiação tem um significado especial. Mas independentemente do local onde atuam, todos os participantes estão de parabéns”, afirmou.

A solenidade, realizada no edifício-sede do MP, teve a presença do Secretário-Geral do Conselho Nacional do Ministério Público (CNMP), Silvio Roberto Oliveira de Amorim Júnior; dos Promotores de Justiça Jorge Romcy Auad Filho, Diretor de Planejamento e Gestão, e Alexandre Jésus de Queiroz Santiago, Presidente eleito da Associação do Ministério Público, além de profissionais da imprensa e diretores de veículos da comunicação. O evento teve como mestre de cerimônia Iule Vargas.

Julgadores

O 6º Prêmio MP/RO de Jornalismo foi regido pelo edital de nº 02/2016.O concurso teve sua Comissão Julgadora composta por Membros do Ministério Público e profissionais com larga experiência no jornalismo diário e em assessorias de comunicação. Pelo MP/RO, integraram a comissão, os Promotores de Justiça Eiko Vieira Araki; Marcos Giovane ártico; Marlúcia Chianca de Morais e Victor Ramalho Monfredinho. Pela imprensa, compuseram o comitê os jornalistas Eliane Aquino, do Estado de Alagoas; Socorro Camelo, do Estado do Acre; Marcos Paulo Batista, do Estado do Rio de Janeiro; e André Santos César e Cristina Fernandes, ambos atuando no Estado de São Paulo.

Instituído em 2011, o Prêmio M/RO de Jornalismo é um reconhecimento à função social da mídia e sua importante ação como formadora de opinião e difusora de informações.

Fonte: Ascom MP/RO