Em Rondônia, deputados asseguram incluir no orçamento apoio ao programa de prevenção da epilepsia

Uma reunião nesta terça-feira (29), na Assembleia Legislativa, tratou da efetivação de duas leis, já aprovadas na Casa, de autoria do presidente Maurão de Carvalho (PMDB), que criam a semana estadual de estudos sobre a epilepsia e suas manifestações neuropsiquiátricas e viscerais, além da implantação do programa de prevenção à epilepsia e assistência integral às pessoas com epilepsia.

Do encontro, participaram Maurão de Carvalho e os deputados Adelino Follador (DEM) e Dr. Neidson (PMN), junto com o presidente da Associação de Pessoas com Epilepsia do Estado de Rondônia (Aspeeron), Edmilson Barros, o procurador de justiça do Ministério Público, Edmilson Fonseca, que é coordenador do projeto Epilepsia em Debate na Sociedade, entre outros voluntários da causa.

Na audiência, ficou definida a destinação de R$ 1,5 milhões, no orçamento estadual de 2017, para a Secretaria de Estado da Saúde (Sesau) custear o programa, que prevê o atendimento clínico especializado em todas as unidades do sistema público de saúde, além da medicação necessária ao tratamento.

“O orçamento está sendo discutido na Comissão de Orçamento e Finanças da Casa e vamos incluir a destinação desse recurso, que é fundamental para o tratamento dessas pessoas com epilepsia”, explicou Maurão.

Para a efetivação da Semana Estadual, Fonseca pontuou que a sua realização estaria praticamente assegurada, já que a Asspeeron dispõe de profissionais e material para o trabalho. “A semana está prevista para ocorrer entre os dias 22 a 26 de março, precisamos nos mobilizar e promover este evento, com um papel de debate, de discussão e de esclarecimento muito importantes para toda a sociedade”, acrescentou.

Em Rondônia, a estimativa é de que existam entre 30 mil a 35 mil pessoas com epilepsia, cerca de 7 mil somente na capital.

Fonte: ALE/RO – Eranildo Costa Luna
Foto: Marisvaldo José