Atuação do MPRO resulta na identificação e prisão de antigo morador de Alta Floresta (RO)

O Ministério Público do Estado de Rondônia, por meio da Promotoria de Justiça de Alta Floresta do Oeste, realizou diligências em que constatou que um antigo morador daquele Município, que usava o nome de Luiz Gonçalves, vulgo “Luiz Picareta”, tratava-se, na verdade, de Joaquim Gumercindo Pereira, condenado por sequestro e foragido da Justiça há mais de 20 anos.

Na ação, coordenada pelo Promotor de Justiça Matheus Kuhn Gonçalves, foi constatado que Joaquim Gumercindo Pereira possuía mandado de prisão em aberto oriundo da Comarca de Espírito Santo do Pinhal (SP), por ter sido condenado em 10 de julho de 2000, a pena de 14 anos de reclusão, em regime integral fechado, por infração ao art. 159 (sequestro), § 1º, c/c art. 29, do Código Penal, no bojo da ação penal nº 0000056-91.1994.8.26.0180.

Após contato com o Ministério Público do Estado de São Paulo, por meio da Promotoria de Justiça de Espírito Santo do Pinhal, o mandado de prisão foi encaminhado para a Comarca de Alta Floresta do Oeste e devidamente cumprido pela Polícia Militar.

Fonte: Ascom MP/RO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

11 − 5 =